Assembleia Legislativa

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Violência: Prefeito eleito de Pinheiro, Luciano Genésio ameaça “ferir” jornalista

Blog da Mônica Alves

Mensagem de Luciano Genésio
encaminhou a jornalista
Todos os que me conhecem desde a época da faculdade, principalmente, sabem o quanto o jornalismo é considerado, por mim, uma atividade nobre e séria, ainda mais quando feita de forma responsável, compromissada com a verdade.

Pautada nesses princípios e no exercício da minha profissão, na manhã desta quinta-feira, 17, enquanto acessava um rede social, um comportamento atípico entre um casal me chamou a atenção.

Se tratava do prefeito eleito da cidade de Pinheiro, Luciano Genésio em uma imagem de jantar com a sua esposa, onde a mesma o chamava de “problemático”.

Eu, enquanto profissional de jornalismo e e cidadã protegida pelo texto constitucional brasileiro que trata da liberdade, resolvi escrever ma matéria, na manhã desta quinta-feira, baseada no comportamento do futuro prefeito de Pinheiro. até para a sociedade em geral, e em particular à sociedade pinheirense, saber que tipo de “menino” sem experiência social e política, machista, que os eleitores de Pinheiro, lamentavelmente, escolheram para colocar no Poder. (reveja a matéria AQUI)

Não foi preciso esperar horas para que o futuro representante do povo e futuro administrador dos cofres públicos da principal cidade da baixada maranhense dirigir impropérios e ameaças a esta blogueira.

Sim, Luciano Genésio revelou a sua face machista mais covarde e ameaçou que eu “sairia ferida” se continuasse a tecer algum comentário a seu respeito. Esse é o prefeito que os pinheirenses optaram por gerir o município. Um “playboy” que, segundo o seu comportamento, é imaturo, agressivo, destemperado e, pior, parte para “ferir” quem contrapõe algum comportamento seu.

“A minha vida pública é um livro aberto, agora a particular, quem se meter pode sair ferido”, ameaçou-me Luciano Genésio.

Luciano Genésio já tem um histórico não muito bom quando diz respeito ao se dirigir às mulheres e talvez isso venha de família.

No início deste ano, 2016, o irmão de Luciano Genésio, Lúcio André Silva foi preso por agredir a esposa. A denúncia foi feita pela própria vítima que, através de Boletim de Ocorrência, confirmou a agressão.

Nas eleições, também deste ano, a jornalista Glaucione Pedrozo foi agredida verbalmente e ameaçada de morte pelo financiador da campanha eleitoral de Luciano Genésio, Janderson Landim. Glaucione registrou um Boletim de Ocorrência contra Janderson e um de seus seguranças.

Um homem – pelo menos na idade e que tinha obrigação de fazer jus as calças que veste – que vai ter uma grande responsabilidade de ser o administrador de um importante município, no auge de seus menos de 40 dias para assumir o maior cargo da cidade de Pinheiro, continua agindo de forma truculenta e autoritária, achando que tudo se resolve na base da “taca e no ferimento”.

As mulheres de Pinheiro que se preparem, pois aquela pessoa jovem, moderna e que representava a renovação de conceitos e práticas na cidade, agora, depois de eleito, revela a sua verdadeira face de machista e troglodita.

Ao que parece, Pinheiro vai viver anos sob um domínio Paleolítico, ou seja, a Idade da Pedra Lascada.

Não terá um gestor, mas uma homem das cavernas.

Com todo respeito aos nossos ancestrais históricos…

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog. Os comentários anônimos não serão liberados. Envie sugestões e informações para: blogdoludwigalmeida@gmail.com